FUTEBOL É AQUI

FUTEBOL É AQUI
OLÁ AMIGOS, EM 2017, ESTAREMOS EM UMA NOVA CASA , A RÁDIO 106,3 DE GOIANA PERNAMBUCO , SE DEUS PERMITIR, , LEVANDO AS EMOÇÕES DO FUTEBOL, E CLARO TAMBÉM NA NOSSA WEB RÁDIO STUDIO E, CONTO COM A AUDIÊNCIA DE TODOS!

FUTEBOL AO VIVO

106,3 FM

106,3 FM
FUTEBOL É AQUI

TERCEIRO PROGRAMA FUTEBOLNANET COM JOÃO ELIAS

2º PROGRAMA FUTEBOLNANET.COM , COM O PRESIDENTE DA ACDP IRANIILDO SILVA

PROGRAMA FUTEBOL NA NET .COM

2º BLOCO DO PROGRAMA

3º BLOCO PROGRAMA FUTEBOLNANET.COM

GOL DO NÁUTICO ZÉ MARIO NAUTICO 1 X 0 SPORT

GOL DE THIAGO COSTA BAHIA 1 X 1 SANTA CRUZ

GOL DE FAVIO CAÇA RATO CONTRA O BETIM

SANTA CRUZ 2 X 1 PELO JARDIM MILER

NÁUTICO 1 X 0 PETROLINA

NÁUTICO 2 X 0 PETROLINA ELTON

NAUTICO 3 X 0 PETROLINA ROGERIO

NAUTICO 4 X 0 PETROLINA ROGERIO

NAUTICO 5 X 0 PETROLINA ROGERIO

NAUTICO 6 X 0 PETROLINA

NAUTICO 7 X 0 PETROLINA RENATO

NAUTICO 8 X 0 PETROLINA GEOVANI

SANTA 1 X O FEIRENSE GOL DE PHILCO

SANTA CRUZ 2 X 0 FEIRENSE RENATINHO

SPORT 1 X 1 CONFIANÇA REINALDO

SPORT 2 X 1 CONFIANÇA MARCOS AURELIO

SPORT 3 X 1 CONFIANÇA FELIPE MENEZES

domingo, 15 de janeiro de 2012

Com dois gols de Weslley, Santa bate o Belo JardimPOSTADO POR Marcelo ÀS 18:04 EM 15 DE Janeiro DE 2012

Weslley marcou os dois gols do Santa Cruz. Foto: Guga Matos/JC Imagem

O Santa Cruz encontrou muitas dificuldades para vencer o Belo Jardim, por 2x1, de virada, no estádio do Arruda, na estreia das duas equipes no Pernambucano Coca-Cola. Não faltou empenho à equipe comandada pelo técnico Zé Teodoro. Mas, para superar o adversário, o Tricolor precisou de dois pênaltis, bem convertidos pelo meia Weslley, ambos no segundo tempo. O gol do time do Agreste foi assinalado pelo atacante Candinho, ainda no primeiro tempo. Na próxima rodada, o Santa Cruz pega o Salgueiro, fora de casa, enquanto o Belo Jardim encara o Porto, no estádio Mendonção.

Jogando com Renatinho no meio de campo e Dutra na lateral, o Santa Cruz buscou o ataque pelo lado esquerdo. Foi por ali que surgiram as principais jogadas da equipe. Logo aos três minutos, Renatinho passou para Weslley, que limpou a jogada e chutou forte, passando perto do gol. O time continuou buscando o gol, aproveitando os espaços do Belo Jardim, que se trancou na defesa. Aos 17 minutos, após cobrança de falta pela esquerda, Memo cabeceou e mandou a bola no travessão. No rebote, André Oliveira chutou para fora.

» Weslley e Dutra satisfeitos com a atuação do Santa

Depois dos 30 minutos, o Santa Cruz não conseguia mais ter o poder de penetração de antes. Isso fez com que a equipe aumentasse o volume de jogo ofensivo. Mas, por outro lado, o sistema defensivo ficou desguarnecido. O castigo aconteceu aos 44 minutos. Parral foi à linha de fundo e cruzou. A defesa ficou parada e Candinho, livre de marcação, cabeceou a bola para as redes. No minuto seguinte, o zagueiro Laerson foi expulso numa jogada com Flávio Recife.

Para o segundo tempo, o técnico Givanildo Sales tratou de proteger a sua defesa, escalando o zagueiro Alex no lugar de Diogo Fernandes. A mudança surtiu pouco efeito porque o Santa Cruz continuou melhor em campo, embora encontrasse dificuldades para trocar passes e finalizar. Dutra e Renatinho foram as principais peças ofensivas do time.

E logo aos nove minutos, Flávio Recife é derrubado por Parral dentro da área. O árbitro Emerson Sobral não titubeou e assinalou pênalti. Weslley cobrou forte e no alto, sem chances para o goleiro Delone: 1x1. Com o gol de empate conseguido logo no início do segundo tempo deu tranquilidade para o Santa Cruz buscar o ataque. Até porque o Belo Jardim não ia ao ataque com o ímpeto do primeiro tempo, já que estava com um atleta a menos em campo. Só um lance foi digno de registro: aos 21 minutos, Parral foi à linha de fundo e bateu cruzado. Tiago Cardoso deu rebote e Thiago Santos chutou rasteiro. O goleiro coral se recuperou e fez a defesa.

Depois disso, só deu Santa Cruz. O gol passou a ser questão de tempo. E aconteceu aos 34 minutos, em mais uma cobrança de pênalti. Desta vez, o lance foi duvidoso. Numa disputa de bola, Branquinho caiu na linha de fundo. O árbitro assinalou. Weslley foi lá e, com muita confiança, mandou para as redes. Com o placar a seu favor e o adversário abatido, o Santa Cruz tentou ampliar. Variou as jogadas e passou a ser mais ofensivo. O técnico Zé Teodoro escalou Natan e Jéferson Maranhão nos lugares de Chicão e Dutra, respectivamente. Mas quem teve a melhor oportunidade foi o volante Léo, que foi acionado na vaga de Eduardo Arroz. Ele recebeu na área e chutou forte. Delone defendeu.

Ficha técnica

Santa Cruz
Thiago Cardoso, Eduardo Arroz (Léo), Everton Sena, André Oliveira e Dutra (Jéferson Maranhão); Chicão (Natan), Memo, Weslley e Renatinho, Flávio Recife e Branquinho. Técnico: Zé Teodoro.

Belo Jardim
Delone; Parral, Fabão, Laerson e Toty; Fábio Recife, Marquinhos (Rogério), Júnior Borracha (Alex) e Diogo Fernandes (Chicão); Tiago Santos e Candinho. Técnico: Givanildo Sales.

Local: Arruda. Árbitro: Emerson Sobral. Assistentes: Jossemmar Diniz e Elan Vieira. Cartões amarelos: Marquinhos, Fabão, Branquinho, André Oliveira.
Gol: Candinho, aos 40 minutos do primeiro tempo, Weslley aos 9 e 34 minutos do segundo tempo. Cartões amarelos: André Oliveira, Eduardo Arroz, Branquinho, Parral, Fabão, Chicão (BJ) e Marquinhos. Expulsão: Laerson.Público: 28.650. Renda: R$ 226.038,00.


Carlinhos Bala a caminho do ArrudaPOSTADO POR Wladmir Paulino ÀS 18:52 EM 15 DE Janeiro DE 2012


Com informações de Marcelo Cavalcante

A entrevista coletiva do técnico do Santa Cruz, Zé Teodoro, seria para falar sobre a vitória diante do Belo Jardim. Mas bastou uma pergunta do repórter Hélio Macedo para mudar todo rumo. E esse rumo atende pelo nome de Carlinhos Bala, atacante que se apresenta às 11h desta segunda-feira (16), no José do Rego Maciel.

Inicialmente, o diretor de futebol Constantino Júnior havia negado a vinda do jogador. Porém, em sua entrevista, o treinador confirmou a vinda e revelou que essa contratação é de total responsabilidade dele, já que a diretoria foi contra, levando-se em conta o passado recente do atleta.

» Entrevista de Zé Teodoro

"Fui eu que pedi a contratação dele e assumo a responsabilidade. Não podemos fechar a porta na cara do jogador. Ele vai ser muito importante para o Santa Cruz, pois chama a responsabilidade", avisou.

De acordo com Teodoro, o clube já conseguiu recuperar outros atletas que vinham em baixa ou com muito tempo de inatividade. "Ele é cria da casa e já viveu grandes momentos em outros clubes. Já recuperamos outros atletas e podemos fazer de novo".

REPERCUSSÃO - Através do twitter, o Blog do Torcedor pediu a opinião dos torcedores do Santa Cruz. A maioria não aprova a vinda do jogador por dois motivos. O primeiro é o que já fez Bala deixar Náutico e Sport, os conhecidos problemas de relacionamento. O segundo é o fato de ele ter jurado amor aos dois rivais do mesmo jeito que fez com o tricolor


Araripina e Sport ficam no empate por 1x1
Publicado em 15.01.2012, às 17h49

Bode e Leão fizeram um jogo equilibrado
Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem Do NE10
Com cada time dominando uma etapa, Araripina e Sport ficaram num justo empate por 1x1 neste domingo (15), no Chapadão do Araripe, pela primeira rodada do Pernambucano Coca-Cola 2012. Wanderley abriu o placar para os donos da casa no primeiro tempo e Renato, que entrou muito bem na partida, deixou tudo igual. O Sport volta a campo na quarta (18) diante do América. O Bode encara o Central, no Luiz Lacerda, no mesmo dia.

Como jogava em casa, o Araripina tomou a iniciativa da partida, tanto que no primeiro minuto o lateral-direito Moacir já tomava cartão amarelo por falta em Misael. E foi o mesmo Misael a dar o primeiro susto do jogo. Aos cinco minutos ele cabeceou à esquerda de Magrão.

Nos primeiros minutos o Sport tentava valorizar a posse de bola e até conseguia. Mas aos poucos o Bode foi ganhando espaço com a marcação adiantando. Aos 13 foi a vez de Júnior Sertânia, numa tentativa de cruzamento, quase surpreender o goleiro leonino. Ele fez grande defesa e mandou a escanteio.

Enquanto isso, o Sport não conseguia deixar seus atacantes em condições de finalizar. No máximo, conseguiam os cruzamentos sempre bem interceptados pela zaga adversária. O Araripina teve paciência e aos poucos foi chegando mais perto. Aos 35 foi a vez de Cristóvão chutar a meia altura e Magrão trabalhar novamente. Foram precisos mais quatro minutos para o time da casa abrir o placar. Júnior Sertânia cruzou no segundo pau e Wanderley, sozinho, completou para o gol.

Atrás no marcador, o Sport se apavorou e começou a apelar para faltas mais duras na reta final do primeiro tempo. Tanto que Hamilton e Tobi tomaram cartão amarelo no intervalo de menos de um minuto.

Os visitantes voltaram para o segundo tempo com o lateral-direito Renato no lugar do apagado volante Naldinho. Essa mudança forçou a ida de Moacir para o meio. Deu certo. O Sport teve uma dinâmica melhor de jogo e desde os primeiros minutos pressionou o Araripina em seu campo.

Logo aos cinco minutos, o atacante Jheimy teve uma chance que não apareceu em todo primeiro tempo. Ele livrou-se do marcador e chutou para grande defesa de Davi. Mais cinco minutos e Gideon teve que se atirar na frente da bola para evitar o gol do Sport. No rebote, Rithely ainda mandou de cabeça, por cima.

Apesar da visível melhora, o técnico Mazola Júnior continuou mexendo no time. Milton Júnior e Jackson entraram nos lugares de Rithely e Anderson Paraíba, respectivamente. De tanto insistir, os leoninos conseguiram o empate aos 28 minutos. Renato, artífice das melhores jogadas, entrou na área e chutou cruzado. Desta vez Davi não pôde evitar.

Renato manteve o ótimo volume de jogo e por muito pouco não decretou a virada apenas dois minutos depois de empatar. Aos 32 minutos ele soltou uma bomba no travessão. Em nova investida, desta vez aos 34, o lateral cruzou para Willians, cara a cara com o goleiro, cabecear para fora.

Nos últimos dez minutos, o Sport arrefeceu a pressão e o Araripina conseguiu sair um pouco do campo de defesa. Com isso o jogo ficou equilibrado mas sem que uma das equipes chegasse mais perto da vitória que a outra.

Ficha do jogo

Araripina: Davi; Júnior Sertânia, Oliveira (Índio Sertânia), Ivson e Aílton; Gideon, Marcelo Pitbull, Vassoura (Índio) e Misael; Cristóvão (Rosembrik) e Wanderley. Técnico: Mirandinha.

Sport: Magrão; Moacir, Montoya, Tobi e Renê; Hamilton, Rithely (Milton Júnior), Naldinho (Renato) e Willians; Anderson Paraíba (Jackson) e Jheimy. Técnico: Mazola Júnior.

Local: Chapadão do Araripe, em Araripina. Árbitro: Nielson Nogueira. Assistentes: Erich Bandeira e Pedro Wanderley. Gols: Wanderley, aos 39 do primeiro tempo. Renato, aos 28 do segundo. Cartões amarelos: Moacir, Tobi e Hamilton. Público: 6.360. Renda: R$ 43.500.


O estreante Serra Talhada goleia e sai na liderança
Publicado em 15.01.2012, às 19h41
Do NE10
Não teve para Náutico, Santa Cruz e Sport. A sensação da primeira rodada do Pernambucano Coca-Cola 2012 foi o debutante Serra Talhada. A goleada por 4x0 imposta ao tradicional América, ainda por cima na casa do adversário, fez com que o time sertanejo largasse na dianteira da competição, já que ficou com um saldo de gols maior que Náutico, Santa Cruz, Ypiranga e Petrolina.

A goleada começou aos 23 minutos do primeiro tempo, com Júnior Mineiro. Ernecino ampliou numa cobrança de falta aos 39. No segundo tempo, Júnior Mineiro voltou a deixar sua marca aos 27. Já nos acréscimos, aos 47, Caio finalizou a contagem.

O duelo entre Ypiranga e Central, em Santa Cruz do Capibaribe, começou quente, com as duas torcidas protagonizando cenas de violência. Dentro de campo a partida foi equilibrada mas o Ypiranga levou a melhor. Ludemar, aos 30 minutos do primeiro tempo marcou o primeiro gol do jogo.

Já o clássico sertanejo reunindo Petrolina e Salgueiro, em Petrolina, foi melhor para a Fera, mas não sem esforço. Élvis abriu o placar para o Carcará aos 29 do primeiro tempo. Os donos da casa voltaram com tudo no segundo tempo e com quatro minutos já estavam à frente. Daniel a um minuto e Anderson decretaram a virada. Aos 20, Juninho ampliou a vantagem cobrando pênalti


Náutico vence e agrada na estreia do PernambucanoPOSTADO POR Breno Pires ÀS 17:52 EM 15 DE Janeiro DE 2012

Souza comemora seu gol com o atacante Rogério (de costas). Foto: Ricardo B. Labastier/JC Imagem

O Náutico fez a sua estreia na temporada 2012 do jeito como terminou 2011. No embalo. Estreando no Pernambucano Coca-Cola, em Caruaru, o Timbu bateu por 2 a 0 o Porto, quarto colocado do último Estadual. O resultado deixa a equipe alvirrubra na terceira colocação da competição.

Foi uma vitória convincente. O Náutico mostrou um bom futebol, jogou em cima e soube dar cadência quando necessário. O zagueiro Ronaldo Alves e o volante Souza, um dos estreantes, marcaram os gols alvirrubros. O próximo compromisso das equipes será na quarta-feira (18). O Náutico pega o Petrolina, nos Aflitos, às 21h15, já o Porto encara o Belo Jardim, na cidade do adversário, às 20h.

O JOGO

O jogo começou agitado, com as duas equipes buscando o ataque. O estádio Luiz Lacerda, de gramado novo, pertmitiu um bom toque de bola das equipes. E o Timbu, talvez pelo entrosamento da temporada 2011, talvez por possuir melhor qualidade técnica, foi dominando o jogo aos poucos.

As primeira chances de gol vieram em cobranças de falta diretas, uma para cada lado. Da meia-lua da grande área, Sandro Miguel, do Porto, bateu em cima da barreira, logo com um minuto. O volante Souza, estreando pelo Alvirrubro, também aproveitou mal uma cobrança de falta promissora, aos 7 minutos.

Leia também:
Com boas estreias, Souza e Cascata pensam em evoluir

Exatemante na bola parada, o Náutico abriu o placar. Mas de cabeça. Após cobrança de falta, pela direita, feita pelo novato lateral-esquerdo Jefferson, o zagueiro Ronaldo Alves mandou para as redes, aos 19 minutos. Foi o primeiro gol da competição.

Após o gol, a superioridade do Náutico na partida se tornou mais clara. O time passou a controlar com mais tranquilidade. Bastante à vontade em suas estreias, o meia Cascata e o volante Souza buscavam objetividade no ataque. E a dupla construiu, numa bonita tabela, o segundo gol. Souza concluiu com um chute deslocando o goleiro Romero, aos 38 minutos.

O ritmo das equipes diminuiu um tanto no início do segundo tempo. O primeiro grande lance ofensivo só veio aos 18 minutos. O zagueiro Marlon quase fez o terceiro gol alvirrubro.

Logo em seguida, o Porto teve uma ótima oportunidade de diminuir com Fabinho. Primeiro, Gideão fez uma excelente defesa no chute do atacante. Depois o próprio jogador do Porto mandou por cima do gol.

O Timbu voltou a mostrar que era melhor aos 32 minutos. Cascata fez ótima jogada e serviu Rogério. O atacante driblou um defensor e bateu colocado. Romero ainda deu um tapa, o suficiente para salvar o gol.

Pouco depois, o goleiro do Porto voltou a brilhar ao defender um chute de Elicarlos. E Gideão fez o mesmo, pelo lado alvirrubro, defendendo com uma perna um chute forte que tomou uma direção contrária no caminho. Uma defesa sensacional.

Há de se ressaltar a excelente estreia de Souza e Cascata pelo Timbu. Outro registro é que o time se comportou muito bem mesmo sem contar com o volante Derley (não regularizado) e o atacante Kieza, transferido. No ataque, o estreante Siloé não foi bem, assim como seu substituto, Henrique, também novato.

FICHA DO JOGO

Porto 0 x 2 Náutico

Porto: Romero; Baiano, Moisés, Sandro Miguel e Altemar; Rodolfo Potiguar, Renan (Tadeu), Robertinho (Kiros) e Diego Costa (Marcelo); Joelson e Fabinho. Técnico: Laélson Lima.

Náutico: Gideão, João Ananias, Marlon, Ronaldo Alves, Jefferson (Helder); Lennon, Elicarlos, Souza e Cascata (Philip); Siloé (Henrique) e Rogério. Técnico: Waldemar Lemos.

Competição: Campeonato Pernambucano 2012. Local: Estádio Luiz Lacerda, Caruaru. Árbitro: Cláudio Mercante. Assistentes: Ubirajara Ferraz e Alcides Lira. Gols: Ronaldo Alves, aos 19 minutos do 1º tempo, e Souza, aos 38 minutos do 1º tempo (Náutico). Cartões amarelos: Altemar, Fabinho e Rodolfo Potiguar (Porto), Henrique (Náutico). Público: 8.620 pessoas. Renda: R$ 42 mil

Nenhum comentário:

Postar um comentário

OUVINTE VIP

OUVINTE VIP
ESSA É MINHA ESPOSA EVALÚCIA , EM UM DOS RAROS MOMENTOS, ME ACOMPANHANDO NA MINHA CABINE NA ILHA DO RETIRO NO JOGO SPORT 4 X 0 BAUERI

NOVA LOGOMARCA DA FEDERAÇÃO PERNAMBUCANA DE FUTEBOL

NOVA LOGOMARCA DA FEDERAÇÃO PERNAMBUCANA DE FUTEBOL

ELIAS PEREIRA PUBLICIDADE

ELIAS PEREIRA PUBLICIDADE
ELIAS PEREIRA PUBLICIDADE E STÚDIO E ,PROPAGANDAS COM GRAVAÇÕES DE QUALIDADES, NAS CIDADES DE CAMUTANGA, FERREIROS, JURIPIRANGA, ITABAIANA E TIMBAÚBA, LIGUE 81-8758 -5294 E 81-9196-7698